Existem crenças que são como bombas escondidas que vão minando o terreno onde ficam sua vida e seus sonhos. Assim, você vai vivendo com medo de pisar nelas e sabe o que acontece? Você fica onde está, aí mesmo, parado. Afinal, o medo consegue paralisar qualquer um, você não é o único. Um medo que vem das crenças que limitam a vida e matam os sonhos, como poucas coisas conseguem.

Calma, antes de você começar a chorar, tenho uma coisa importante para dizer: a sua vida pode estar cheia dessas bombas, mas você pode desativar cada uma delas. E já aviso que não é fácil e nem rápido, mas é libertador e, quanto antes você começar o processo, mais cedo você estará livre delas. 

Você não merece depositar sua vida e seus sonhos em um campo minado. Então, vem comigo e leia este artigo até o fim.

1. Não sou tão bom assim – Síndrome do Impostor

A famosa Síndrome do Impostor faz estragos na vida de muitos profissionais e você não imagina o quanto. Ela chega como quem não quer nada e consegue fazer com que você mesmo ative essa bomba, acredita? 

Costumo ouvir de profissionais muito bons, inclusive renomados no mercado, frases do tipo: “Não sou tão bom assim como acham que sou”, “Tenho medo de não dar conta”, “E se descobrirem que eu não sei tanto assim?”. 

Para sair dessa armadilha, pense em cada desafio que você já venceu, na força que você teve para dar a volta por cima tantas e tantas vezes, nas coisas positivas que você já ouviu falarem sobre você e muna-se dessas armas para contra-argumentar com você mesmo quando a Síndrome do Impostor atacar. Você é mais forte do que ela, acredite!

2. Não nasci pra isso

Quem nunca disse isso quando as coisas ficaram difíceis demais que atire a primeira pedra! Essa crença é uma das crenças mais perigosas porque simplesmente define os limites da sua vida. Você pode ir até aqui porque pra ir mais adiante você não serve. Pode sonhar até aqui porque você não tem capacidade para as próximas etapas do jogo. Você só pode ser isso porque não nasceu para aquilo. A lista é gigante! 

Mas não se convença disso, afinal, na sua certidão de nascimento não consta o caminho que você deveria traçar e um carimbo dizendo qual a profissão você teria e até onde poderia chegar. 

Ponha isso na sua cabeça de uma vez por todas: você nasceu pra ser feliz e pra viver da melhor forma possível. Você tem todas as condições e ferramentas pra isso, basta querer e agir. 

3. Deve ter um jeito mais fácil

Leia também: Primeiro você tem um posicionamento, depois você é reconhecido e tem resultado!

Ah, os atalhos! Tão tentadores quanto perigosos. Existem por aí várias fórmulas e caminhos já trilhados sendo vendidos como uma solução padrão para quem quer chegar a um resultado específico. Tudo lindo e fácil, não parece? 

Parece que basta criar um produto digital para nunca mais trabalhar na vida. É só começar a criar conteúdo que você vai vender como água da noite para o dia. Basta fazer alguns vídeos que você vira um influencer com milhares de seguidores. Gente do céu, não é assim que as coisas funcionam. Eu também gostaria que tudo isso fosse verdade, me pouparia esse trabalho todo que tenho todo santo dia pra manter o meu negócio.

SÓ QUE NÃO! Não existe um único jeito de fazer as coisas, o que você precisa buscar é o seu jeito, porque o que mais falta hoje em dia é gente de verdade, é a essência aparecendo nas marcas. Parecem tudo robôs programados pela mesma pessoa. O que existe é inspiração, aprendizados, trocas, mas não um guia definitivo para alguma coisa. Entendido?

4. Ter dinheiro só traz problemas

Muito cuidado com as crenças relacionadas ao dinheiro! Elas vêm lá da infância e estão impregnadas em tudo o que você acredita sobre ter sucesso na vida. Vou falar de algumas e tenho certeza de que você vai se identificar com muitas delas: “Dinheiro é sujo”, “Dinheiro não dá em árvore”, “Dinheiro não traz felicidade”, “Não se pode ter tudo na vida”, etc, etc, etc. 

Qual delas está atrapalhando a sua vida? O primeiro passo é tomar consciência delas para poder agir quando elas passarem pela sua cabeça de novo. Substitua essas crenças por novas e, com o tempo, você vai mudando seu mindset de vez. 

Não se culpe por querer ou por ter mais dinheiro do que os outros. No nosso país, existe a cultura de que é feio ter dinheiro. Não estou falando que você não deve ajudar quem precisa, é claro que sim, mas acredito que você tem todo o direito de querer conquistar um nível de vida maior, se for o seu objetivo. Ter dinheiro não significa usar os outros como degraus, passar a perna ou enganar todo mundo. É dessa crença que você precisa se livrar. 

5. Se eu crescer, vou ter muito mais trabalho

Só quem fica parado no mesmo lugar é que consegue manter tudo sob controle, sempre do mesmo jeito e com os mesmos resultados. Mas quem evolui e quer atingir o próximo nível da carreira sabe que vai ter mais trabalho, sim, mas também vai obter resultados melhores e impactar muitas vidas com seu trabalho. 

Ter mais trabalho não significa que você terá que fazer tudo sozinho, mas vai ter que saber gerenciar tudo isso. E quem disse que isso não se aprende? Crenças desse gênero só te atrapalham, vai por mim. 

6. Tudo tem que passar por mim

Centralizar as decisões e tarefas pode parecer o mais fácil e certo a se fazer, mas não é. A não ser que você queira viver dentro de limites pra todo o sempre. Essa crença de que tudo tem que passar por você nada mais é do que não querer enxergar que você precisa delegar e escolher bem seus parceiros e colaboradores. 

É preciso confiar nas pessoas e na sua capacidade de liderar, saber cobrar e recompensar na medida certa, inspirar e não só motivar. Eu sei, dá trabalho, mas te garanto que menos do que centralizar tudo em você. Pense nisso.

7. Já estou velho para querer mais

Existem vários casos de grandes negócios que começaram com idealizadores já idosos, sabia? Pois é, a mentalidade do velho e ultrapassado só está entre as crenças na cabeça de quem pensa que é, mas a realidade pode ser muito diferente. 

A idade traz sabedoria e um olhar para o que realmente importa na vida. Quer coisa melhor do que isso pra sonhar e realizar? Então, aproveite as vantagens da sua idade para não só querer mais, como também para realizar mais.

8. Não gosto de ficar me promovendo

Muita gente tem vergonha de aparecer e trazer o seu negócio para os holofotes porque podem dizer por aí que está se promovendo. E daí? Qual é o problema de se promover? De querer vender o que você oferece? De ser reconhecido no seu mercado? 

Pode parar, tá? Se você ainda pensa assim, está na hora de rever os seus conceitos. Agora se preocupar com o seu Marketing e com sua imagem é uma questão de sobrevivência. O que não dá é para ficar escondido esperando os clientes e os resultados caírem do céu.

9. É impossível balancear vida pessoal e profissional

Isso é o que vendem como verdade por aí. Eu mesma já acreditei nisso, afinal, não é nada fácil construir esse equilíbrio. Exige autoconhecimento, disciplina, bons relacionamentos, posicionamento e prioridades claras. A base precisa estar sólida para que essa construção seja forte e duradoura. 

É possível sim balancear vida pessoal e profissional, respeitando as prioridades de cada momento, até porque, como você já deve ter reparado, é impossível ser feliz focando somente em uma esfera. 

Coragem e mão na massa! 

Quer ter acesso a conteúdos exclusivos? Então se cadastre AGORA mesmo na Plataforma Fernanda Tochetto!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here