Se sentir bem, feliz e realizada. É tudo o que buscamos todos os dias em nossas vidas. Queremos nos sentir plena, seguras e importantes. Mas como nossos hábitos podem influenciar nesse processo?

Buscamos ser capazes de realizar qualquer tarefa, da mais fácil a mais difícil, nos desafiamos e queremos mais. Mas por que nos deparamos com dias em que estagnamos e nos sentimos impotentes?

Já falamos sobre isso em algum momento, mas vamos repetir. Tudo aquilo que pensamos com muita frequência impulsiona os nossos sentimentos, e o inverso também ocorre.

A questão é que mais da metade dos nossos pensamentos ocorre no nosso inconsciente e é nele que precisamos trabalhar, porque se é nele que acontece a maior parte desse processo.

Também é dele que vem o resultado que mais impacta a nossa vida e a forma como agimos. Se questione: quantas vezes você agiu de uma forma que chegou a pensar mais à frente “por que eu agi assim?

Isso acontece quando a sua consciência percebe que você não merece aquele resultado e que precisa ter clareza sobre o que te fez agir assim. E isso é muito comum e está presente na vida de todos os seres humanos.

O que você precisa de fato saber é que é possível virar esse jogo e fazer diferente. E fazer diferente é para trazer para sua vida uma qualidade maior, mais intensa e mais equilibrada.

Alguns hábitos destruidores são muito comuns e estão presentes na vida da grande maioria.

Não ter objetivos

Não saber porque levanta da cama todos os dias, fazer como dá e quando dá. Esse hábito está ligado a algum medo que mora dentro de si, medo de não saber fazer, ou de achar que não dará certo.

Esse hábito faz a pessoa viver do jeito que o fluxo segue, sem levá-la aonde ela deseja verdadeiramente.

Tem até um trecho de uma música brasileira muito famosa e que diz “deixa a vida me levar, vida leva eu...” e embora o seu sucesso tenha sido nacional aponta para um dos hábitos mais perigosos que podem condicionar nossas vidas.

Ir com o fluxo vai fazer com que você perca o controle e vá para qualquer lugar. E eu te pergunto: qualquer lugar serve para você?

Então, reflita sobre o que faz o seu coração pulsar, anote, planeje sobre isso. Entenda o que você busca e não meça esforços para chegar aonde deseja.

Procrastinação

 A arte de deixar para depois pode estar ligada a algum medo ou a falta de merecimento que existe consigo mesma. Deixar para amanhã, começar na segunda-feira e toda semana dar esse mesmo comando. Esse é um dos hábitos mais comuns e prejudiciais.

Como de praxe, permanecer na dúvida e esperar mais um pouco.

A procrastinação leva o seu tempo e te faz ficar parada no mesmo lugar. Quando você decidir qualquer coisa na sua vida é preciso que você aja. E daí se não for o resultado que você imaginou?

É melhor ter algum resultado do que nenhum e quanto mais você for praticando, melhor vai ficando em desempenhar determinada ação.

Não se esqueça: você não é uma árvore, não nasceu para ficar plantada num lugar, você nasceu para brilhar e contagiar o mundo com o seu brilho. 

Monopolizar ou centralizar

Achar que só vai dar certo se passar pelo seu aval, pelo seu olhar, pela sua forma de fazer. Para com isso, mulher!

Delegue e deixe que as pessoas a sua volta entrem com o seu processo de criação e inovação.

Deixe com que façam diferente, deixe que te surpreendam, deixe que ajudem a diminuir esse fardo que você tem carregado todos os dias.

E se não estiver como você tem feito, existem duas soluções: a primeira é aceitar a forma de entrega de cada pessoa e a segunda é a oportunidade que você mesma tem em modificar o seu próprio jeito de fazer.

Quando padronizamos algo e enrijecemos nossa conduta ao realizar, acabamos por diminuir a capacidade de inovação do processo e estamos em um mundo onde tudo muda e melhora constantemente. Isso vale inclusive para a forma que conduzimos a nossa vida.

Já falei por aqui sobre a importância de saber trabalhar em equipe (clique aqui para ler)

Eu sei que nesse momento você está pensando sobre o que e como isso tudo atua em sua vida e como pode começar a virar esse jogo, e estou aqui para te dizer que tudo começa quando você é grata.

Comece sendo grata por ter lido esse artigo e ter feito alguma mudança em sua vida. Aliás, você já agradeceu pelo dia de hoje?

O poder da gratidão transforma tudo em nossa vida

Quantas coisas estão acontecendo com você nesse momento que possibilitam que você tenha todas as condições que precisa para agir? Olhe ao seu redor, qual cheiro está sentindo? O que você está vendo e ouvindo?

Quantas vezes você tem se dado conta de que as coisas podem ser diferentes, mas que se você não tivesse sua casa, sua família, seria muito mais difícil?

Já agradeceu por quem fica ao seu lado quando as coisas ficam ruins? É possível dizer a partir disso que cada situação em nossa vida, por mais difícil que pareça, ela sempre traz algo de positivo. Quer entender melhor?

Você já ficou sem energia elétrica alguma vez? É ruim, certo. Mas nesse momento, embora desconfortável, você teve a oportunidade de criar um teatro de sombras com o seu filho.

Ou usou um repelente e fez uma cabana na sala, acampando numa terça a noite. Será que foi tão ruim?

Se a energia estivesse ali provavelmente isso não teria acontecido. Então é possível agradecer a falta de luz, e transformar todas as situações a nossa volta.

Porque tudo leva o foco que damos. Se o problema receber nossa atenção, é ele quem vai aumentar. 

Todos os dias, ao levantarmos, temos a oportunidade de fazer diferente, de escolher. Decidir quem somos e quem queremos ser.

Já te aconteceu de perceber que você está sendo vítima de si mesma? De ficar presa a coisas ruins?

Então agradeça, perceber é o primeiro passo para fazer diferente, mudas os hábitos e escolher focar no que pode transformar nossa vida para melhor.

E é por isso que quando compreendemos o que hábitos negativos fazem em nosso dia a dia é que temos a maior possibilidade de fazer a transformação.

Por fim, tenha fé em si mesma, e não importa o que estiver acontecendo, tudo tem solução. Sempre vai depender do foco e energia que colocarmos nas situações, nas coisas.

O copo meio cheio ou meio vazio está ligado a sua percepção.

Vamos exercitar mais a gratidão?

Gostou dessas dicas? Deixe seus comentários, dúvidas e sugestões!

Até o próximo post,
Com carinho,

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here